Britânicos são condenados por planejar ataques a aviões em 2006

Por Michael Holden LONDRES (Reuters) - Três britânicos foram declarados culpados nesta segunda-feira por planejarem a morte de milhares de pessoas por meio de explosões de aviões com destino à América do Norte em 2006, em ataques suicidas, em que seriam usadas bombas fabricadas a partir de explosivos líquidos.

Reuters |

A suposta conspiração da al Qaeda, descoberta a poucos dias de ser coloca em prática de acordo com investigadores britânicos, possui enormes ramificações em todo o mundo.

Outros quatro homens também foram declarados culpados pelo plano e o júri fracassou em chegar a um veredicto no caso de um oitavo suspeito, informou a Press Association da Grã-Bretanha.

O grupo pretendia destruir simultaneamente pelo menos sete aviões com mais de 200 passageiros cada entre o aeroporto de Londres, dos Estados Unidos e Canadá, utilizando explosivos escondidos em garrafas de bebida, disse a Ministério Público britânico.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG