Dois britânicos condenados em primeira instância por fazer sexo em uma praia em Dubai serão deportados para a Grã-Bretanha sem ter de cumprir a sentença inicial. Michelle Palmer, de 36 anos, e Vince Acors, de 34, foram flagrados no dia 5 de julho na praia de Jumeirah.

Em outubro, eles foram multados em 170 libras (cerca de R$ 610) e condenados a três meses de prisão.

O casal foi preso no local. Palmer e Acors eram acusados de indecência em local público e sexo fora do casamento, mas recorreram da decisão.

Durante o julgamento, eles negaram que estivessem fazendo sexo. A defesa argumentou que eles estavam apenas se beijando e se abraçando.

Os dois receberam liberdade condicional durante o processo. Agora, um tribunal revogou a sentença de três meses de prisão, e eles voltarão à Grã-Bretanha sem ter cumprido a pena.

"O juiz cancelou a prisão", disse o advogado de defesa Hassan Matter. "Ele recusou o pedido da promotoria (de aumentar as penas dos acusados)."
"O juiz nos deu uma boa audiência porque ele tem um bom coração e um bom cérebro", acrescentou Matter. "Ele entendeu tudo."
Palmer, que trabalhava como executiva de uma editora em Dubai, perdeu o emprego. Acors estava visitando o local nas férias quando os dois se conheceram.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.