Britânicos começam perfuração de poço de petróleo nas Malvinas

Por Tom Bergin LONDRES (Reuters) - A perfuração do primeiro poço de petróleo nas Ilhas Malvinas em uma década começou nesta segunda-feira, apesar de protestos da Argentina, que reivindica o território britânico.

Reuters |

A empresa exploradora de petróleo Desire Petroleum disse que perfurou o poço em sua plataforma "Liz" às 11h15 (no horário de Brasília).

A plataforma Liz poderia conter reservas de até 400 milhões de barris, segundo analistas, embora o risco de não encontrarem nada também é alto.

O avanço das perfurações nas Ilhas Malvinas aumentou as tensões entre Grã-Bretanha e Argentina, que estiveram em guerra pelo território em 1982.

A Argentina disse no começo do mês que a exploração era ilegal, e bloquearam o carregamento de dutos em um navio que o país alegava ter operado nas Malvinas, também conhecidas como Ilhas Falkland pelos ingleses.

O governo britânico protestou contra a Argentina sobre uma lei aprovada em dezembro que inclui as disputadas ilhas dentro da província argentina de Tierra del Fuego.

O mar ao redor das Malvinas poderia conter até 17 bilhões de barris de petróleo, ou 9 bilhões de barris de óleo equivalente de gás natural, segundo relatório do Serviço Geológico dos Estados Unidos em 2000.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG