ressuscitado após 12 choques com desfibrilador - Mundo - iG" /

Britânico é ressuscitado após 12 choques com desfibrilador

Um homem do País de Gales se encontrou com os paramédicos que salvaram sua vida após 12 tentativas de ressuscitá-lo com um desfibrilador.

BBC Brasil |

O operário da construção civil Ian Burston, de 35 anos, foi socorrido na casa da namorada, no último dia 15 de abril, logo após sofrer um ataque cardíaco fulminante.

Os paramédicos da ambulância que o atendeu um minuto após a chamada de emergência tentaram salvá-lo durante uma hora.

"Normalmente, você consegue fazer as pessoas voltarem, mas 12 vezes é incrível", disse à BBC o paramédico Gareth Williams. "Ele é um cara muito, muito sortudo".


Burston, ao centro, se reencontra com paramédicos que o ressucitaram / BBC

"Impressionante"

Segundo Williams, quando sua equipe chegou a Burston, ele estava inconsciente e não tinha ritmo cardíaco suficiente para que se iniciasse o tratamento de choque com desfibrilador.

"Tivemos que realizar os procedimentos de ressuscitação cardiopulmonar (RCP) e fornecer oxigênio antes de começar com os choques. Aí seu coração voltava, mas logo entrava em fibrilação novamente e tínhamos que dar outro choque", explicou o paramédico.

Os profissionais também ministraram remédios para ajudar no socorro.

"Este era um homem de 35 anos, saudável e em forma, com nenhum histórico de doenças cardíacas. Ele esteve morto clinicamente por meia hora e agora está totalmente recuperado", afirmou o técnico Adrian Cook, que atuava na ambulância que atendeu Burston. "Essa história é impressionante".

Após o socorro, o operário, que é pai de dois filhos, foi levado a um hospital de Cardiff, onde permaneceu internado por duas semanas.

"Me sinto novo em folha", afirmou ele no encontro com os paramédicos, na última sexta-feira.

Leia mais sobre desfibrilador

    Leia tudo sobre: desfibriladorgrã-bretanhaparamédicos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG