Britânico é detido na Tailândia por organizar orgias sexuais

BANGCOC - Um cidadão britânico foi detido nesta quinta-feira pela polícia da Tailândia por organizar orgias sexuais em hotéis de Bangcoc e Pattaya, pelas quais cobrava 3 mil bahts (US$ 85).

EFE |

Christian Arthur Richards, de 54 anos, foi detido durante um desses eventos junto com seis tailandeses e 16 estrangeiros, entre eles cidadãos franceses, americanos, indianos e chineses, segundo a edição digital do jornal "Bangcoc Post".

Os 22 detidos, que incluíam australianos, bengaleses e cingaleses, foram libertados após pagar uma fiança de mil bahts (US$ 29).

O britânico foi acusado de divulgação ilícita de serviços sexuais, o que é punido com até 10 anos de prisão e uma multa de 20 mil bahts (US$ 570) na Tailândia.

A prostituição é ilegal na Tailândia, mas é praticada abertamente com o consentimento das autoridades, porque atrai todos os anos centenas de milhares de turistas sexuais e gera milhares de empregos no país.

Fontes policiais afirmaram que Richards anunciava as orgias em seu site e depois cobrava dos casais ou de pessoas solteiras que queriam participar.

Richards, casado com uma mulher tailandesa, organizou pelo menos 100 festas nos últimos três anos.

Leia mais sobre Tailândia

    Leia tudo sobre: tailândia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG