Britânica morre de meningite após diagnóstico errado de gripe suína

Uma britânica de 48 anos morreu de meningite após ter sido diagnosticada erroneamente com gripe suína. Jasvir Gill, da cidade de Leicester, falou com um médico do serviço público de saúde por telefone e, ao descrever seus sintomas, foi informada de que havia sido contaminada pelo vírus H1N1, causador da gripe.

BBC Brasil |

Mas 12 horas depois do telefonema, ela sofreu um desmaio e foi levada a um hospital.

Ao examiná-la, os médicos confirmaram a meningite, mas ela morreu pouco depois.

Inquérito
Segundo o filho de Gill, Sukhvinder, de 25 anos, ela se queixou de dor de garganta e de vômitos no telefonema, e recebeu uma prescrição do medicamento Tamiflu.

Mas seu quadro piorou rapidamente, e, ao ser levada para o hospital, seu coração parou várias vezes.

Sukhvinder reclamou que os profissionais de saúde britânicos estão concentrados demais com a epidemia da gripe suína.

"Qualquer coisa hoje em dia é tida como gripe suína, seja dor de garganta ou dor de cabeça", afirmou ele à BBC.

"Minha mãe teve 12 horas em que ela poderia ter recebido antibióticos contra a meningite, e esses antibióticos poderiam ter funcionado para combater a meningite", completou Sukhvinder.

Um porta-voz do sistema de saúde público em Leicester enviou as condolências à família e disse que será aberta uma investigação interna sobre o caso.

A administração regional do condado também deve conduzir um inquérito independente.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG