Britânica é condenada por sexo com garoto de 12 anos

A britânica Angela Sullivan, de 36 anos, foi condenada nesta terça-feira a nove anos de prisão por manter relações sexuais com um garoto de 12 anos.

BBC Brasil |

Moradora da cidade de Middlesbrough, no norte da Inglaterra, Sullivan foi acusada de ter feito sexo quase 200 vezes com o menino.

BBC
Angela Sullivan
Angela Sullivan

De acordo com a promotoria, Sullivan, mãe também de um garoto de 12 anos, começou o relacionamento com o menor em uma festa de ano novo, em janeiro do ano passado.

Quando a polícia a prendeu, em outubro, ela encontrou no diário da mulher estrelas desenhadas em menções de 191 encontros, que indicariam que em cada uma dessas vezes ela fez sexo com o garoto.

Vodka

Segundo o promotor Richard Bennett, na festa de Ano Novo, a desempregada Sullivan ofereceu bebidas alcoólicas ao menor.

O menino, que não foi identificado por motivos legais, disse que consumiu dez garrafas de uma bebida com vodka e que ficou "bem bêbado" na festa, quando a mulher fez sexo com ele.

A promotoria disse que Sullivan cultivou o relacionamento, comprando presentes para deixar a vítima feliz. Ela até deu ao garoto um par de tênis como retribuição quando ele dormiu com ela pela centésima vez.

"Angela Sullivan claramente explorou e tirou vantagem de um garoto vulnerável e aproveitou-se do fato de ter um contato mais próximo com ele, já que ele era amigo do seu filho", afirmou o inspetor de polícia John Wrintmore.

Leia mais sobre Grã-Bretanha

    Leia tudo sobre: pedofilia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG