Britânica é condenada por deixar filho de 3 anos fumar

Londres, 22 jan (EFE).- Uma mãe foi condenada hoje a 40 semanas de prisão por um tribunal de Merthyr Vale (sul de Gales) por deixar seu filho de 3 anos fumar.

EFE |

O caso foi descoberto depois de uma amiga da mulher gravar em seu telefone celular a criança fumando, e entregar o vídeo aos serviços sociais locais.

Segundo o promotor do caso, o vídeo "mostra a criança colocando um cigarro na boca, para depois acendê-lo com um isqueiro e inalar a fumaça claramente para seus pulmões, o que parece fazer com muita habilidade".

"E tudo isso sentado em uma cadeira, ao lado de sua mãe, que está falando ao telefone. Fica claro (no vídeo) que a criança de 3 anos sabe o que fazer com um isqueiro e um cigarro", disse o promotor.

A mãe da criança, identificada como Kelly Marie Pocock, alegou que nunca tinha visto seu filho fumar quando foi interrogada pela primeira vez pela Polícia.

No entanto, ela acabou se confessando culpada e se comprometeu a seguir vários cursos de orientação familiar.

Segundo sua advogada, Claire Wilks, estes cursos a fizeram perceber o mal que estava causando a seu filho.

O juiz responsável pelo caso também reconheceu os esforços da mãe para melhorar a situação, e por isso a sentença de 40 semanas de prisão ficou em suspenso por dois anos, período no qual Pollock deverá demonstrar que é responsável no cuidado de seu filho. EFE fpb/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG