Um confronto entre presos no presídio de Sabaneta, na cidade venezuelana de Maracaibo (oeste), deixou pelo menos 10 mortos e 16 feridos, informou neste sábado o diretor da instituição, Elí Ramón Salgado.

A confusão começou na noite de ontem, quando uma granada explodiu no pátio central do presídio, durante o confronto entre grupos rivais "pelo controle de áreas da prisão", acrescentou Salgado.

De acordo com o diretor penitenciário, o saldo da disputa entre os detentos foi de "10 mortos e 16 feridos".

Ele não explicou como a granada chegou às mãos dos presos.

"Um interno estava manipulando uma granada que deixou cair" e provocou a explosão que deu início aos incidentes no presídio, completou.

Os feridos foram levados para um hospital de Maracaibo, 500 km ao oeste de Caracas.

As autoridades já retomaram o controle da situação e começaram as investigações para apurar as responsabilidades pelo episódio. Funcionários da Defensoria e do Ministério do Interior e Justiça estão no local, até que tudo volte à normalidade, garantiram porta-vozes do governo.

rsr-cd/tt

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.