Briga de tribos no Sudão deixa ao menos 180 mortos e 900 feridos

Cartum, 20 abr (EFE).- Mais de 180 pessoas morreram e 900 ficaram feridas em confrontos entre duas tribos do sul do Sudão, que lutam por fontes de irrigação e pelo gado, informaram hoje as autoridades locais.

EFE |

As lutas, que começaram no fim de semana e seguiram hoje, causaram o deslocamento de 15 mil pessoas, que iam ao povoado de Kobo, perto do rio Nilo.

Os choques armados foram protagonizados por membros da tribo de Nuer, a segunda mais importante da região autônoma do sul do Sudão, e da tribo Al Morli.

Por sua vez, o Governo do Sul do Sudão disse hoje que enviou reforços do Exército para controlar a situação, e que realizou uma reunião extraordinária para estudar o conflito.

As autoridades pediram ajuda às organizações humanitárias para que deem assistência e tendas de campanha para os deslocados, já que a situação é muito negativa na região e pode se transformar em uma tragédia maior. EFE az/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG