Brasileiro foragido mata líder regional na Bolívia

La Paz, 23 jul (EFE).- Um brasileiro foragido da Justiça assassinou hoje a tiros um dirigente da localidade boliviana de San Matías, no departamento de Santa Cruz e na fronteira com o Brasil.

EFE |

Marcelo Delgadillo, promotor da cidade de Santo Inácio - a mais próxima a San Matías com autoridades judiciais - disse à Agência Efe que foi confirmada a nacionalidade o acusado, mas ainda não seu nome.

Segundo o promotor, o crime aconteceu hoje em um bar quando o homem, foragido da Justiça brasileira, atirou contra o vice-presidente do Comitê Cívico de San Matías, Hipólito Espinoza Saboré.

Na Bolívia, os comitês cívicos são organizações cidadãs que podem gerar grandes mobilizações e nas quais participam várias instituições locais ou regionais.

Delgadillo explicou que abrirá a acusação contra o brasileiro em Santo Inácio, a 300 quilômetros de San Matías, que não tem autoridades judiciais.

A Polícia de Santa Cruz disse ao jornal local "El Deber" que o crime foi cometido por um brasileiro conhecido como "Marquinho", que está sendo levado de carro de San Matías para Santo Inácio. EFE ja/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG