O brasileiro José Ricardo Ferreira de Souza, 31 anos, foi encontrado na madrugada da última segunda-feira morto na praia de Brighton, Brooklyn, Nova York. O Itamaraty informou que o Consulado Geral em Nova York está em contato com as autoridades americanas para esclarecer o caso e já conversou com a família do pernambucano.

A assessoria de imprensa informou que Itamaraty acompanha o caso e está à disposição para auxiliar quando for necessário. 

Um amigo de Souza contou que o corpo da vítima estava na água e apresentava sinais de estrangulamento e luta corporal. A polícia americana trabalha com a hipótese de roubo seguido de morte já que o par de tênis e o telefone celular da vítima estavam desaparecidos.


Maria Ferreira de Souza e Silvania Ferreira de Souza mostram fotos do irmão/ AE

José Ricardo Ferreira de Souza trabalhava num escritório de advocacia nos EUA, era arcebispo da Igreja Católica Americana e realizava trabalhos sociais na região. Em entrevista à Globo News, Silvana Ferreira de Souza, irmã da vítima, disse que José Ricardo tinha visto de permanência no país.

Segundo informações dadas pelo amigo uruguaio Cláudio Bas ao Jornal do Comércio, o brasileiro teria saído para comprar refrigerante no domingo à noite e não voltou mais.

Ainda de acordo com o uruguaio, a polícia americana informou que outro corpo (de uma vítima de overdose de drogas) foi encontrado, cerca de 30 minutos depois, perto de onde Souza foi achado.

Leia mais sobre brasileiros no exterior

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.