Brasileira é detida após sair nua pelas ruas em Hong Kong

Uma brasileira foi detida pela polícia de Hong Kong após correr completamente nua pelas ruas movimentadas do centro da cidade neste fim-de-semana. Por volta das 9h00 da manhã de sábado, no horário local, a jovem Talita Anikan, de 20 anos, saiu pelo bairro de Wan Chai assustando os pedestres e gritando que era o demônio e que a hora do juízo final havia chegado.

BBC Brasil |

De acordo com testemunhas ouvidas pela polícia, Anikan saiu do elevador do prédio em que reside e correu completamente nua por cerca de 30 metros até se abrigar em uma loja de celulares, onde se sentou e cobriu o corpo com os braços.

O segurança de um prédio viu Anikan sair do elevador sem roupas e chamou a polícia.

Policiais e serviços de emergência chegaram ao local minutos depois.

Os oficiais cobriram Anikan com um cobertor antes de levá-la de ambulância para um hospital.

A polícia disse à BBC Brasil que a brasileira não soube explicar seus atos.

De acordo com informações dadas pelo hospital, Anikan foi liberada no mesmo dia. Testes clínicos iniciais não mostraram sinais de embriaguez ou uso de drogas.

A brasileira não tem histórico de internações por doenças mentais no sistema de saúde de Hong Kong.

A polícia registrou o incidente, mas a brasileira não foi enquadrada em nenhuma contravenção, informou à BBC Brasil a assessoria de imprensa da corporação.

O consulado brasileiro de Hong Kong disse que não foi contatado pelas autoridades chinesas e desconhece maiores detalhes do caso, porém está à disposição para auxiliar Anikan e deverá tentar falar com a brasileira em breve.

Uma vizinha de Anikan afirmou ao jornal local South China Morning Post que ela se mudou para a cidade há cerca de dois meses.

Leia mais sobre Hong Kong

    Leia tudo sobre: hong kong

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG