Brasileira é acusada de matar namorado em Portugal

Segundo jornais portugueses, uma mulher brasileira foi acusada de ter matado seu namorado, o português Jorge Viegas, na tarde de domingo passado, na cidade de Carcavelos, a cerca de 12 quilômetros de Lisboa. De acordo com reportagens da imprensa local, a mulher sofreria maus tratos e teria cometido o crime em legítima defesa.

BBC Brasil |

Um repórter do jornal Diário de Notícias descreve conversas com vizinhos do casal que afirmam que Viegas era violento e impedia a mulher de conversar com outras pessoas.

A própria brasileira teria contado ao jornal Correio da Manhã que sofria maus tratos e que apenas conseguia conversar com outras pessoas quando o namorado não estava em casa.

"Legítima defesa"

Antes de ser retirado do ar, um perfil da brasileira no site português de relacionamentos Netlog afirmava que ela é professora, tem 47 anos, vive em Carcavelos e estava procurando trabalho.

Ainda de acordo com a mídia portuguesa, a brasileira estaria ilegalmente no país, desempregada e dependia do namorado. Após ter esfaqueado o companheiro, ela teria corrido para um restaurante vizinho e pedido ajuda.

As descrições da polícia são de que Viegas foi encontrado vivo e que a própria mulher teria tentado estancar o sangue com almofadas. Ele chegou a ser levado para um hospital na região, mas não resistiu ao ferimento.

Os policiais não prenderam a brasileira, porque havia indícios suficientes para alegar "legítima defesa" e ela foi apenas indiciada e deverá responder ao processo em liberdade.

A Polícia Judiciária portuguesa afirmou que o caso está sob segredo de Justiça e que não pode confirmar as informações e nem o nome da brasileira.

    Leia tudo sobre: assassinato

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG