Brasil vence Polônia e se classifica no torneio olímpico de vôlei masculino

Pequim, 16 ago (EFE).- O Brasil não teve grandes dificuldades para derrotar hoje a Polônia por 3 sets a 0, com parciais de 30-28, 25-19 e 25-19, em partida pelo grupo B da primeira fase dos Jogos Olímpicos de 2008, em Pequim, e se classificou para as quartas da competição.

EFE |

Com o resultado, a equipe - que contou com a volta de Giba, recuperado de lesão no joelho - também mostra reação após a derrota para a Rússia na última partida, por 3 sets a 1.

O primeiro set foi o único no qual o Brasil teve que suar um pouco mais para bater os poloneses, até então invictos no torneio olímpico. O adversário chegou a abrir vantagem, explorando os saques fortes. Mesmo com os brasileiros revertendo o placar, a parcial foi até os 30 pontos, em 33 minutos.

Depois disso, no entanto, o Brasil passeou em quadra. com Giba no comando, os comandados do técnico Bernardinho mostravam muito mais variação de jogadas e a vitória no segundo set veio sem maiores problemas, fechando a parcial em 25 a 19, em 24 minutos, com um ace de Bruninho.

No terceiro, a superioridade brasileira foi tanta que a vantagem chegou a ser de 16 a 9. Até no placar e no tempo, a tranqüilidade do set anterior foi repetida: novamente 25 a 19, em 24 minutos, com o ponto do fechamento sendo feito por Gustavo.

Com a vitória, o Brasil tem sete pontos no grupo B, ao lado da Polônia e um atrás da Rússia. Na última rodada, nesta segunda-feira, o Brasil enfrenta a Alemanha (a 1h de Brasília) precisando vencer para tentar o primeiro lugar do grupo.

Para isso, precisa também de tropeços da Rússia, que joga contra a Sérvia, e da Polônia, contra o Egito, o que é muito pouco provável. Assim, o Brasil pode vir a enfrentar a Itália já nas quartas-de-final.

Ficha técnica: Brasil: Marcelinho, André Heller, Giba, André Nascimento, Gustavo, Dante e Serginho (líbero). Entraram: Samuel, Anderson, Murilo e Bruninho. Técnico: Bernardinho.

Polônia: Zagumny, Winiarski, Plinski, Kadziewicz, Swiderski e Ignaczak (líbero). Entraram: Woicki, Wika, Mozdzonek e Gruszka.

Técnico: Raúl Lozano.

Árbitros: Kun-Tae Kim (COR) e Osamu Sakaide (JAP). EFE ev/dp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG