Brasil vai reforçar controle na fronteira com a Bolívia

A Bolívia e o Brasil decidiram mobilizar mais efetivos militares e policiais para reforçar o controle em sua extensa fronteira comum, diante de denúncias referentes ao aumento do contrabando e do tráfico de drogas, informaram nesta quinta-feira meios de comunicação bolivianos.

AFP |

A decisão foi tomada durante uma reunião em Brasília entre os ministros da Defesa do Brasil, Nelson Jobim, e da Bolívia, Walker San Miguel, da qual também participaram representantes dos exércitos e das polícias dos dois países, destacou o jornal boliviano La Prensa.

O ministro da Defesa boliviano insistiu durante uma teleconferência em Brasília na necessidade de "implementar tarefas conjuntas para reprimir as atividades ilícitas na região amazônica em ambas as nações".

San Miguel admitiu que o contrabando de madeira e de carros roubados e o tráfico de entorpecentes e de armas entre o Brasil e a Bolívia "obrigam os dois países a promovrem um controle soberano e coordenado", do qual têm que participar policiais, militares e funcionários da imigração e dos serviços florestais brasileiros e bolivianos.

O Brasil tem uma fronteira de 3.133 km com a Bolívia.

Leia mais sobre Bolívia

    Leia tudo sobre: bolívia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG