Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Brasil tenta bloquear Declaração de Lima devido à proposta sobre clima

Lima, 14 mai (EFE) - O Brasil está bloqueando a aprovação da declaração da 5ª Cúpula América Latina-Caribe-União Européia (EU-LAC, em inglês), em Lima, por divergências sobre o novo programa Euroclima que a UE sugeriu para coordenar as ações contra o aquecimento global.

EFE |

Fontes do bloco informaram à Agência Efe que o Brasil tem "muito medo" sobre a iniciativa, a qual percebe como uma tentativa dos 27 países da UE de se intrometer em sua política energética.

"Não entendemos", afirmou uma representante européia que participa das reuniões.

As reservas brasileiras impediram hoje a realização da reunião plenária de altos funcionários de América Latina, Caribe e UE, que tentam finalizar a Declaração de Lima.

Segundo a fonte, os europeus vão preparar uma nova redação da proposta "o mais neutra possível", a fim de superar os receios do Brasil, e a apresentarão hoje mesmo aos latino-americanos.

O Euroclima pretende ser um plano de ação conjunto ambiental e de luta contra a mudança climática na América Latina, adiantou há uma semana em Bruxelas a comissária européia para as Relações Exteriores, Benita Ferrero-Waldner.

Com este programa, a UE pretende "fortalecer o diálogo sobre o meio ambiente em todos os níveis, trocar conhecimentos, intensificar e coordenar ações já em andamento na região, para aumentar sua eficácia e impacto, e avaliar a situação do meio ambiente nos países da América Latina".

"Espero que esta iniciativa (Euroclima), junto com a recentemente lançada 'Aliança global contra a mudança climática', possa servir aos países da região para fazer frente aos desafios da mudança climática", afirmou então Ferrero-Waldner.

Segundo explicaram em Lima fontes do bloco, a Comissão Européia (CE) conseguiu reunir um orçamento de 5 milhões de euros (US$ 7,7 milhões) para dotar este programa de fundos próprios, aproveitando recursos não utilizados. EFE jms/db

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG