Brasil tem dia frustrante em Pequim com derrota no futebol masculino

Redação central, 19 ago (EFE).- Um dos maiores sonhos da torcida brasileira nos Jogos Olímpicos de 2008, em Pequim, chegou ao fim: a busca pela medalha de ouro no futebol masculino.

EFE |

Após a derrota de 3 a 0 para a Argentina em partida realizada no Estádio dos Trabalhadores da capital chinesa a equipe de Dunga pode apenas brigar pelo bronze.

O desastre começou a tomar forma aos sete minutos do segundo tempo. O atacante Angel Di Maria chutou para o meio da área e Sergio Agüero, de barriga, mandou para o fundo da rede.

O segundo gol saiu em um lance parecido. Aos 12, Agüero recebeu livre na pequena área e deu apenas um toque para fazer mais um.

Para completar, Breno cometeu um pênalti, aos 28, em Agüero e o meia Juan Román Riquelme cobrou com categoria, fazendo 3 a 0.

Com o resultado os argentinos vão enfrentar a Nigéria na decisão do dia 23 de agosto, no Estádio Nacional da capital chinesa, em uma reedição do confronto da final dos Jogos de Atlanta, em 1996. Já o Brasil enfrenta a Bélgica em busca do bronze.

Outra decepção foi protagonizada por Renata e Talita, que foram derrotadas pelas americanas Walsh e May por 2 sets a 0, parciais de 21-12 e 21-14, e agora buscarão o bronze no vôlei de praia feminino.

Já quem não falhou foi a seleção brasileira de vôlei feminino, que garantiu presença em mais uma semifinal de Jogos Olímpicos ao vencer o Japão por 3 sets a 0, sem sustos, com parciais de 25-12, 25-20 e 25-16.

A superioridade das comandadas do técnico José Roberto Guimarães ficou evidente logo no início da partida: a oposto Mari conseguiu nada menos que cinco aces, mostrando como seria o restante do confronto.

Quem também deu indícios de que pode conseguir alguma medalha é a equipe de atletismo do Brasil.

Duas representantes brasileiras alcançaram a final do salto em distância feminino: Maurren Higa Maggi e Keila Costa.

Forte candidata ao ouro, Maurren conseguiu a melhor marca do grupo A, com 6m79. A segunda colocada foi a ucraniana Lyudmila Blonska, que fez 6m76. A sueca Carolina Klüft foi a terceira, com 6m70.

Por sua vez, Keila Costa foi a terceira do grupo B, com 6m62. A primeira foi a americana Brittney Reese (6m87), seguido da russa Tatyana Lebedeva (6m70).

Nos 200 metros rasos, Evelyn dos Santos avançou à próxima fase no Estádio Nacional.

Evelyn correu na sexta bateria e acabou na quinta colocação, com um tempo de 23s43. A vencedora foi a ucraniana Nataliia Pygyda (22s91), seguido da jamaicana Sherone Simpson (22s94) e da cubana Roxana Diaz (23s09).

Já Jessé de Lima terminou em décimo lugar hoje na final do salto em altura após saltar 2,20 metros, mesma marca do italiano Filippo Campioli e do esloveno Rozle Prezelj.

O ouro ficou com o russo Andrey Silnov, que saltou 2,36m, dois centímetros a mais que o britânico Germaine Mason e o russo Yaroslav Rybakov, que levaram prata e bronze, respectivamente Por outro lado, o brasileiro Anselmo da Silva terminou em sétimo lugar na quarta bateria eliminatória dos 110 metros com barreiras.

Anselmo fez o tempo de 13s84, ficando com a última posição. Com o resultado, o atleta não se classificou para a próxima fase Além disso, Alessandra Resende não passou de uma discreta 15ª colocação em sua série nas eliminatórias do lançamento de dardo.

Alessandra acabou com uma marca de 56m53. O melhor desempenho entre todas as 12 classificadas à final foi a tcheca Barbora Spotakova, com 67m69. Ela foi a responsável pelo melhor desempenho da temporada, com 69m15.

No tênis e mesa, Gustavo Tsuboi superou o canadense Pradeeban Peter-Paul por 4 sets a 3, em partida pela primeira rodada da chave individual masculina.

Gustavo superou o adversário com parciais de 11-3, 11-7, 10-12, 11-7, 7-11, 9-11 e 12-10. Ele encara agora o egípcio El-Sayed Lashin, que passou pelo argentino Pablo Tabachnik por 4 a 2.

Na canoagem, Niválter Santos chegou em sexto na primeira bateria eliminatória da C-1 500m após fazer o tempo de 1min51s363, o que lhe garante vaga na semifinal.

Além disso, na vela Patrícia Freitas se mantém em 18º lugar na classificação geral da classe RS:X feminina com 135 pontos perdidos.

A liderança é da chinesa Jian Yin, com 33 pontos perdidos, seguida pela italiana Alessandra Sensini e por Bryony Shaw, da Grã-Bretanha.

Já Ricardo Winicki, o Bimba, ficou em 33º lugar na décima regata da classe RS:X masculina de vela e não tem mais chances de lutar por uma medalha.

O vencedor foi o chinês Aichen Wang, seguido do japonês Makoto Tomizawa e do francês Julien Bontemps - este último líder da classificação geral, com 45 pontos perdidos.

Para encerrar, no boxe Paulo Carvalho perdeu por 21 a 6 para o cubano Yampier Hernandez nas quartas-de-final da categoria até 48 kg, enquanto Washington Silva perdeu para o irlandês Kenny Egan por 8 a 0 nas quartas-de-final da categoria até 81 kg. EFE plc/dp/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG