Brasil tem 6 candidatos na disputa pelas 7 maravilhas naturais do mundo

Genebra, 7 jul (EFE) - Um ano após escolher as sete novas maravilhas do mundo, a mesma fundação que promoveu essa eleição iniciou uma nova votação para nomear as sete maravilhas naturais do planeta, que já conta com mais de 200 candidaturas e com o rio Amazonas ocupando a 9ª colocação. Até agora, o Brasil tem três maravilhas naturais entre os 77 primeiros colocados: Rio Amazonas - em uma candidatura compartilhada com Bolívia, Colômbia, Equador, Guiana, Peru, Suriname e Venezuela -, Fernando de Noronha, em 20º lugar, e Cataratas do Iguaçu - em conjunto com Argentina -, que ocupa a 46ª colocação. Também estão no páreo Monte Roraima - com Guiana e Venezuela -, o Parque Nacional do Pantanal - com Bolívia e Paraguai - e o Pão de Açúcar. As votações estão muito ativas. Já há 277 lugares de todo o mundo indicados para se transformar em uma das sete maravilhas naturais, disse à Agência Efe Tia Viering, porta-voz da Fundação New 7 Wonders, com sede em Zurique, organizadora das duas campanhas globais.

EFE |

"Temos muitas candidaturas interessantes de quase todas as partes do mundo, e temos candidaturas multinacionais, como as Cataratas do Iguaçu (Brasil e Argentina) e do Mar Morto (Jordânia e Israel)", assinalou Viering.

Segundo a porta-voz, o objetivo da nova votação global dos internautas é "fomentar a apreciação dos tesouros naturais do planeta, pois admirar a natureza é o primeiro passo para protegê-la".

Embora já exista 277 indicações, a segunda parte do processo é a criação de comitês para defender essas candidaturas, pois essa é uma das exigências do concurso.

"Nós não podemos falar com as cataratas, ou com os lagos ou as montanhas, por isso estamos trabalhando para que se criem comitês para defender os candidatos", destacou Viering.

Qualquer internauta, que tenha mais que 6 anos, pode votar em uma candidatura, e, nesse sentido, a Fundação criou programas em linha para que os colégios participem.

A porta-voz da Fundação Weber apontou que o continente menos atuante na hora de votar está sendo a Europa, o que atribui à "pouca publicidade e não envolvimento de políticos ou celebridades".

Isso não acontece com outras partes do mundo, e, assim, o diretor Francis F. Coppola já defendeu as Cataratas do Iguaçu, e a Miss Mundo optou pela espetacular Halong Bay (Baía de Halong), no Vietnã.

Duas vezes ao dia, o ranking das 77 primeiras candidaturas é atualizado no site www.new7wonders.com, com as votações dos internautas.

Atualmente, os primeiros lugares estão sendo ocupados por maravilhas naturais da Ásia e o candidato mais bem situado de outro continente é o rio Amazonas, que ocupa o 9º lugar, seguido da ilha de Cocos na Costa Rica, na 11ª colocação.

Entre as candidatas estão os Picos de Europa (Espanha) o Lago Titicaca (Bolívia), as cataratas Vitória, o Grand Canyon do Colorado (Estados Unidos), o Monte Everest (Nepal), o lago Ness (Escócia), o monte Olimpo (Grécia), o deserto do Kalahari (Namíbia) ou o Kilimanjaro (Tanzânia).

Os critérios para que um espaço natural seja elegível para sua nomeação é que não tenha sido criado nem alterado significativamente pela mão do homem por razões estéticas.

Não podem ser eleitos fenômenos naturais como as luzes da aurora boreal ou estrelas cadentes, por exemplo.

Entre as distintas categorias que podem participar deste concurso estão os espaços naturais, os monumentos naturais, paisagens, reservas animais, cavernas, canhões, geleiras, oásis, desertos, selvas, recifes de coral, lagos, rios e cataratas, entre outros.

A etapa de indicações continuará até o final de 2008.

Depois, um painel de especialistas da fundação 7 New Wonders, presidido pelo ex-diretor-geral da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) Federico Mayor Zaragoza, elegerá os 21 finalistas dentre a lista dos 77 primeiros colocados.

Para a etapa final, a lista dos 21 lugares indicados como finalistas será colocado à votação popular desde 2009 até 2010, quando ocorrerá a escolha definitiva. EFE vh/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG