Brasil sediará em abril 2 cúpulas de países emergentes

Brasília, 3 fev (EFE).- O Brasil sediará entre os dias 15 e 16 de abril, em Brasília, as cúpulas de chefes de Estado de dois grupos de países emergentes - o Fórum de Diálogo IBAS e o grupo dos Brics -, informaram hoje fontes oficiais.

EFE |

A primeira reunião, no dia 15, será do Fórum de Diálogo IBAS, formado por Índia, Brasil e África do Sul. Já a segunda será realizada no dia seguinte pelo grupo dos Brics, formado por Brasil, Rússia, Índia e China.

O Fórum de Diálogo IBAS foi criado em Brasília, em junho de 2003, como um espaço de debate sobre os grandes temas internacionais entre Índia, Brasil e África do Sul e o fomento de iniciativas em favor de outros países, no marco do chamado "eixo Sul-Sul" (países em desenvolvimento).

Desde sua fundação, foram criados 16 grupos trilaterais de trabalho em diversas áreas, como a cooperação econômica, ciência e tecnologia, saúde, sociedade da informação, turismo, transporte e energia, entre outros.

Já o grupo dos Brics centra suas discussões em assuntos econômicos de interesse comum para as quatro grandes potências emergentes integrantes. A sigla, formada com as iniciais dos países, foi cunhada em 2001 pelo economista Jim O'Neill, do banco americano Goldman Sachs. O termo "Bric" significa "tijolo" em inglês.

Umas das iniciativas mais polêmicas discutidas atualmente nesse grupo é a possibilidade de os Governos do Brasil, China, Índia e Rússia chegarem a um acordo para utilizar suas próprias moedas em suas trocas comerciais, a fim de abandonar progressivamente o uso do dólar como moeda de referência internacional.

Esse mecanismo foi proposto no ano passado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva após a eclosão da crise financeira internacional e baseada em um sistema similar ao que o Brasil pôs em prática há dois anos com a Argentina. EFE ed/sa

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG