Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Brasil, Rússia, China e Índia marcam reunião de ministros

Moscou, 16 mai (EFE) - Brasil, Rússia, Índia e China, países que formam o chamado grupo Bric de grandes economias emergentes, acordaram hoje em preparar uma reunião de seus ministros de Finanças e Economia. O anúncio foi feito em entrevista coletiva pelo chefe da diplomacia russa, Serguei Lavrov, depois de se reunir com o ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim; e os chanceleres chinês, Yang Kiechi, e indiano, Pranab Mukherjee, na cidade russa de Jekaterinburg, nos Urais. Trata-se de uma iniciativa do Brasil que todos apoiamos, disse o ministro de Exteriores russo, que afirmou que Moscou concede uma grande importância ao diálogo no marco do grupo Bric, segundo a agência Interfax. Segundo Lavrov, o formato Bric não é algo inventado, mas fruto da vida própria, pois em grande medida são os elevados ritmos de crescimento econômico dos países do grupo os que garantem o desenvolvimento estável da economia mundial. Agora, quando tanto se fala de reformar a arquitetura financeiro-econômica global, temos muitos assuntos a debater dentro do grupo, incluindo a defesa de nossos interesses comuns, destacou. O chefe da diplomacia russa ressaltou o fato de que este terceiro encontro ministerial do grupo será realizado pela primeira vez de forma independente, e não no marco de algum fórum internacional, no que viu uma prova da nova qualidade do diálogo. Lavrov anunciou que o próximo contato dos chanceleres do grupo ocorrerá durante a 63ª Assembléi...

EFE |

Por sua parte, "o grupo Bric se criou da mesma forma natural, como uma associação dos países cujas economias representam o maior crescimento", acrescentou.

"Neste mundo globalizado, temos muitos interesses conjuntos, ao qual se acrescenta a coincidência de nossas posições em relação à situação no mundo e às relações internacionais", concluiu Lavrov.EFE si/db

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG