Turista foi barrado pois não obedecia às novas exigências fixadas pelo governo brasileiro para conseguir autorização de entrada no País

Um turista espanhol foi repatriado nesta terça-feira após desembarcar no Aeroporto Internacional de Brasília. Ele não atendia às novas exigências fixadas pelo governo brasileiro para entrada no País.

Saiba mais: Mesmo com exigências, desembarque de espanhóis no Rio ocorre sem problemas

O espanhol vinha de Madri por meio de um voo da TAP, que desembarcou na capital federal por volta das 6h. Conforme informações de funcionários da empresa aérea e do aeroporto presidente Juscelino Kubitschek não houve tumulto. O turista embarcou de volta à Espanha no início da tarde em um um voo da TAP.

Esse é o primeiro caso de repatriação de espanhóis após a vigência das novas regras estipuladas pelo princípio diplomático da reciprocidade. A expectativa é que até o fim da semana a Polícia Federal divulgue os números de repatriados em todo o país.

Desde segunda-feira, o controle migratório passou a exigir dos espanhóis a apresentação de passaporte válido por no mínimo seis meses, a comprovação de disponibilidade de R$ 170 por dia para despesas e documento comprovando reserva em hospedagem ou carta-convite com comprovante de residência.

Leia também: Brasil pode revogar exigências a espanhóis se Espanha fizer o mesmo

No primeiro dia das novas regras, a recepção aos espanhóis foi tranquila nos aeroportos de São Paulo e Rio de Janeiro .

O governo brasileiro já admite suspender a lista de exigências para a entrada de espanhóis no País. No entanto, aguarda pela flexibilização das regras para a entrada de brasileiros na Espanha.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.