Brasil registra 577 mortos pela gripe e passa EUA

Brasília, 26 ago (EFE).- O Ministério da Saúde informou hoje que as mortes pela nova gripe somaram 577, com o que o Brasil superou os Estados Unidos e se situa em primeiro lugar na estatística de casos fatais provocados pelo vírus AH1N1.

EFE |

A taxa de mortalidade em função da população, porém, é de 0,29% no Brasil, contra 1,08% na Argentina, 0,75% no Chile ou 0,67% na Costa Rica, que lideram os índices nesse quesito.

Até sexta-feira passada o número de mortos comprovados no país era de 488, mas o Ministério da Saúde informou que o salto até 577 não corresponde a pacientes mortos desde então, mas aos casos confirmados por exames de laboratório entre 16 e 22 de agosto.

Segundo os números da Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil é, agora, o país com o maior número absoluto de mortes causadas pelo vírus AH1N1, seguido pelos Estados Unidos (522), Argentina (439) e México (179).

O Ministério da Saúde também informou que atualmente há 5.206 casos de pacientes que contraíram a gripe A e que estão sendo tratados adequadamente.

As autoridades anunciaram ainda que o Governo decidiu reservar R$ 2,1 bilhões para a compra de vacinas contra a gripe A, que devem estar disponíveis no ano que vem. EFE ed/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG