Brasil reconhece passaporte da Interpol para policiais em missão

São Paulo, 10 mar (EFE).- Brasil se tornou hoje o segundo país do mundo a reconhecer o passaporte da Interpol como um documento válido para que policiais entrem no território para o cumprimento de missões oficiais.

EFE |

Um comunicado da Polícia Federal detalha que, depois do Governo do Paquistão, o brasileiro vai considerar o documento da Interpol como um passaporte com o mesmo status do "laissez-passer" (deixar passar) da Organização das Nações Unidas.

O secretário-geral da Interpol, Ronald Nobre, considerou a aceitação do passaporte como documento de viagem uma grande oportunidade para melhorar a cooperação entre os corpos de Polícia nacionais.

"Dar o passaporte da Interpol o mesmo reconhecimento legal que o 'laissez-passer' da ONU ou status de visto prolongado aumenta significativamente nossa capacidade de resposta", declarou Nobre a partir da França.

Para Nobre, "a decisão do Brasil e do Paquistão é um exemplo a ser seguido por outros países". EFE az/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG