Brasil quer ter papel protagonista em cúpula da ONU sobre clima

São Paulo, 25 ago (EFE).- O Governo afirmou hoje que espera ter um papel protagonista na cúpula do clima da ONU, que será realizada em Copenhague em dezembro, e adiantou que planeja apresentar metas ambiciosas e concretas em redução de gases poluentes.

EFE |

O ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, fez as declarações em um evento sobre mudança climática realizado em São Paulo. Ele também disse que o Brasil apresentará uma proposta concreta sobre redução de emissões.

"Teremos um número para apresentar em Copenhague, mas também muitas faturas em relação aos emissores históricos", declarou o ministro.

"Quanto mais for comprovado e reconhecido nosso esforço, maior será nosso poder em termos de protagonismo e de nos converter em ponte entre os países desenvolvidos e os que estão em desenvolvimento", acrescentou.

Minc explicou que o número que o Governo brasileiro levará à cúpula está sendo estudado pelos Ministérios do Meio Ambiente, das Relações Exteriores e da Ciência e Tecnologia.

"Se fosse definido um rumo e até onde se quer chegar, com uma meta realista e que fosse executável, acho que a indústria e o empresariado brasileiro buscarão atingir esse nível", acrescentou.

No final de julho, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva propôs em um encontro com a governante chilena, Michelle Bachelet, que a União de Nações Sul-americanas (Unasul) compareça à reunião com uma proposta comum que evite que prevaleçam os interesses dos países ricos.

A reunião, que acontecerá entre 8 e 17 de dezembro na capital da Dinamarca, tentará conseguir um novo acordo mundial sobre redução de emissões de gases poluentes que substitua o Protocolo de Kioto, de 1997, que deixará de vigorar em 2012. EFE az/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG