Brasil protesta contra caos em acesso à cúpula de Copenhague

Copenhague, 16 dez (EFE).- O caos e o tumulto nos acessos para a cúpula da ONU sobre mudança climática (COP15), em Copenhague, registrados desde segunda-feira afetaram hoje o andamento das negociações e provocaram os protestos do Brasil.

EFE |

"Os problemas nos acessos deixaram de fora parte da delegação brasileira, por isso o Brasil não pode estar corretamente representado neste plenário", afirmou um porta-voz da delegação.

O porta-voz discursou durante apenas alguns segundos durante a sessão plenária na qual foram analisados os avanços nas negociações sobre o Protocolo de Kioto, e denunciou os problemas de acesso nos dois últimos dias que afetaram ONGs e imprensa, e hoje se estenderam aos membros das delegações.

O porta-voz da delegação da Índia concordou com os protestos de seu colega brasileiro e afirmou que teve que "brigar" com os seguranças para poder entrar no plenário A ONU credenciou antes da conferência cerca de 46 mil pessoas, apesar de o Bella Center, onde acontece a reunião, só poder receber cerca de 15 mil pessoas, por motivos de segurança.

Desde segunda-feira, com a participação de cerca de 50 delegações ministeriais, acontecem bloqueios no acesso das ONGs ao local.

Com o começo da chegada de chefes de Estado e de Governo à cúpula hoje, as filas aumentaram e provocaram protestos de muitos dos presentes na conferência.

A organização definiu novos requisitos para as delegações e as ONGs, às quais ofereceu um número limitado de cartões de acesso, para restringir o acesso ao Bella Center. EFE nvm/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG