A seleção brasileira de futebol feminino enfrentou uma partida dramática na final dos Jogos Olímpicos de Pequim e acabou derrotada por 1 a 0, na prorrogação, pelos Estados Unidos. Com o resultado, o Brasil termina a competição com a medalha de prata e repete o resultado alcançado no futebol feminino em Atenas-2004.

Apesar de superior tecnicamente, o Brasil liderado pelas atacantes Marta e Cristiane teve dificuldades para furar o bloqueio da defesa americana na decisão.

Depois de um primeiro tempo com poucas chances claras de gol, a seleção brasileira procurou pressionar no início da segunda etapa, mas a equipe errava nas finalizações e esbarrava na disposição física das americanas.

Nos minutos finais do tempo normal, o Brasil sentiu o cansaço e foi pressionado pela equipe dos Estados Unidos, que teve duas grandes oportunidades de abrir o placar.

Na prorrogação, a equipe americana continuou melhor, mas a situação permaneceu indefinida até que, aos cinco minutos, a meia Carli Lloyd acertou um forte chute de fora da área e marcou o gol que garantiu a vitória dos Estados Unidos.

Na etapa final, o Brasil voltou a criar boas chances e encurralou as americanas na defesa, mas a pressão não deu resultado e os Estados Unidos conseguiram manter o placar.

Três ouros
A medalha de ouro em Pequim é a terceira da seleção americana de futebol feminino nas quatro Olimpíadas em que a modalidade foi disputada.

Na única vez em que não saíram com o título de campeões, em Sydney-2000, os Estados Unidos ficaram com a prata.

O futebol feminino do Brasil colecionou bons resultados nos últimos anos, mas segue sem um título mundial ou uma medalha de ouro olímpica.

Nas Olimpíadas anteriores, as brasileiras ficaram em quarto lugar em Atlanta-1996 e em Sydney-2000 e conquistaram a prata em Atenas - quando também foram derrotadas pelos Estados Unidos na final.

Na última Copa do Mundo de futebol feminino, também disputada na China, no ano passado, o Brasil terminou com o vice-campeonato, após derrota para a Alemanha na final.

A prata no futebol feminino é a oitava medalha do Brasil nos Jogos Olímpicos de Pequim.

As outras sete saíram na natação (ouro e bronze de César Cielo), na vela (prata para a dupla Robert Scheidt/Bruno Prada e bronze para Fernanda Oliveira/Isabel Swan) e no judô (três bronzes, com Ketleyn Quadros, Leandro Guilheiro e Tiago Camilo).

O país já tem pelo menos mais duas medalhas garantidas: Márcio e Fábio Luiz disputam a final no vôlei de praia, e a seleção feminina decide o ouro no vôlei de quadra.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.