Brasil não tem infra-estrutura aeroportuária necessária para sediar Copa do Mundo de 2014, diz especialista

BRASÍLIA, Brasil - O Brasil não tem a infraestrutura aeroportuária necessária para acomodar o fluxo de visitantes esperado durante a Copa do Mundo de 2014, alertou um especialista do setor da aviação na segunda-feira.

AP |

AE

Aeroporto de Guarulhos durante crise aérea de 2006;
pior situação é em São Paulo, diz especialista

"Hoje, o sistema de aeroportos atende 4 milhões de passageiros por mês", disse Adalberto Febeliano, vice-presidente executivo da Associação Brasileira de Aviação Geral (Abrag). "Com a Copa do Mundo esse número pode duplicar".

Em entrevista à Rádio Nacional, Febeliano disse que o Brasil espera receber meio milhão de turistas durante a Copa do Mundo, com cada um deles realizando entre seis e oito viagens pelo País para assistir aos jogos.

Segundo ele, o Brasil teria que começar a implementar melhorias nos aeroportos imediatamente para ser capaz de lidar com a quantidade de visitantes esperados em seis anos.

"Nós precisamos modernizar os aeroportos existentes e construir novos", disse Febeliano. "Caso não façamos isso, quando a Copa do Mundo chegar não teremos como lidar com os passageiros".

Ele disse que a situação mais crítica é em São Paulo, principal destino de vôos internacionais. A capital do País e o Rio de Janeiro (que pode sediar a final) também têm seus problemas, ele afirmou

Um acidente que matou 199 pessoas no ano passado, combinado a falhas nos radares e outros problemas criaram um caos aéreo que levou à cancelamentos em massa e atrasos que chegaram a durar dias, em todo o País. Milhares de passageiros se acumularam no aeroportos e brigas nos balcões se tornaram rotina.

Os especialistas dizem que o principal problema da aviação brasileira ainda é o baixo investimento em radares, pistas e outras formas de infraestrutura. Melhorias na segurança, sistemas de apoio e mesmo treinamento para controladores de vôo foram atrasados por anos apesar do crescimento exponencial dos vôos para a América do Sul.

O Brasil sediou os Jogos Panamericanos no Rio de Janeiro no ano passado com enormes falhas. Além de sediar a Copa do Mundo, o Brasil se inscreveu para receber os Jogos Olímpicos de 2016, que também aconteceriam no Rio de Janeiro.

Veja também:

Leia mais sobre: Copa do Mundo

    Leia tudo sobre: aeroportocaos aéreotam

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG