Brasil igualará em Pequim seu recorde de medalhas em uma edição dos Jogos

Pequim, 23 ago (EFE).- O Brasil igualará neste domingo em Pequim seu recorde de 15 medalhas em uma edição dos Jogos Olímpicos, após a decisão do torneio masculino de vôlei, no qual a seleção brasileira já tem ao menos a de prata garantida.

EFE |

Com as medalhas conquistadas hoje - o ouro da seleção feminina de vôlei e o bronze de Natalia Falavigna no taekwondo feminino - o Brasil tem 14 medalhas, sendo três de ouro, três de prata e oito de bronze.

A melhor marca histórica até agora é a dos Jogos de Atlanta, em 1996, quando o país conquistou três ouros, três pratas e nove bronzes, totalizando 15, número que será alcançado no domingo, já que a seleção masculina de vôlei enfrenta os Estados Unidos na decisão do torneio da modalidade e garantirá pelo menos a prata.

Caso o Brasil vença, poderá ainda subir cinco posições no quadro de medalhas, ultrapassando Romênia, Etiópia, Canadá, Polônia e Noruega, se nenhum destes países levar outro ouro.

Ainda no domingo - dia do encerramento dos Jogos -, o Brasil terá a chance de bater seu recorde histórico ao competir também na maratona, com os corredores Franck Caldeira, Marilson dos Santos e José Telles. EFE ev/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG