Brasil fica fora pela 1ª vez de final no vôlei de praia feminino

O vôlei de praia feminino do Brasil não será um dos finalistas do torneio nos Jogos Olímpicos pela primeira vez desde que o esporte foi incorporado de maneira oficial às Olimpíadas, em 1996. A dupla formada por Talita Antunes e Renata Ribeiro acabou derrotada na semifinal em Pequim pelas americanas Kerri Walsh e Misty May, atuais campeãs olímpicas e favoritas à conquista de mais um título.

BBC Brasil |

Walsh e May já haviam eliminado nas quartas-de-final a outra dupla brasileira no torneio - Larissa e Ana Paula.

As americanas estão invictas há 68 jogos (desde junho do ano passado) e formam a dupla mais vitoriosa da história do vôlei de praia feminino.

No jogo contra Talita e Renata, as americanas precisaram de apenas 20 minutos para fechar o primeiro set em 21/12. O segundo set demorou um minuto a menos e terminou com a vitória de Walsh e May por 21/14.

"O time das americanas é superior ao nosso, e elas jogaram muito bem", reconheceu Talita. "Elas são realmente as melhores do mundo."
Com o resultado, Talita e Renata vão disputar a medalha de bronze contra as chinesas Xue Chen e Zhang Xi, que foram derrotadas na outra semifinal pelas compatriotas Wang Jie e Tian Jia.

"Estou muito feliz em disputar o bronze. Para nós valerá como ouro", afirmou Renata, que diz não temer a pressão da torcida chinesa. "Acho que quem vai sentir é a dupla da China."
Contusão
Nas três Olimpíadas anteriores em que o vôlei de praia feminino foi disputado, o Brasil sempre colocou uma dupla na final e somou cinco medalhas - uma de ouro (Atlanta-96), três de prata (Atlanta, Sydney-2000 e Atenas-2004) e uma de bronze (Sydney).

Em Pequim, a dupla brasileira apontada como principal candidata a medalha era Juliana e Larissa. Uma contusão no joelho, no entanto, impediu Juliana de participar da Olimpíada, e Ana Paula foi convocada às pressas para substitui-la.

A falta de entrosamento entre Larissa e Ana Paula, que nunca haviam jogado juntas até o início da Olimpíada, prejudicou a dupla, que acabou a participação em Pequim com três vitórias e duas derrotas.

Apesar dos problemas no torneio feminino, o Brasil já garantiu, no mínimo, uma medalha de prata no vôlei de praia masculino em Pequim.

Os atuais campeões olímpicos Ricardo e Emanuel avançaram para a semifinal do torneio e terão como adversários a outra dupla brasileira na competição - Márcio e Fábio Luiz.

Para completar, a outra semifinal será disputada entre os americanos Phil Dalhausser e Todd Rogers e a dupla Geor e Gia, formada pelos brasileiros Renato Gomes e Jorge Terceiro, que defendem a Geórgia.

Dalhausser e Rogers são os favoritos no confronto, mas uma vitória de Jorge e Renatão poderia abrir caminho para um pódio com brasileiros em primeiro, segundo e terceiro lugar - algo inédito para o país em Olimpíadas.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG