Guatemala, 11 mai (EFE).- O Governo entregou hoje um donativo de US$ 200 mil destinados a garantir a segurança alimentar das famílias pobres do denominado "corredor seco" da Guatemala.

Guatemala, 11 mai (EFE).- O Governo entregou hoje um donativo de US$ 200 mil destinados a garantir a segurança alimentar das famílias pobres do denominado "corredor seco" da Guatemala. O embaixador do Brasil na Guatemala, Luiz Fachini, explicou durante um ato na Chancelaria que os recursos doados são para a aquisição de alimentos e que sua entrega responde a um chamado à ajuda humanitária, feito pelo Governo de Álvaro Colom em 2009. As famílias beneficiadas com este donativo estão localizadas no denominado "corredor seco" que compreende, entre outros, os departamentos do El Progreso, Zacapa, Chiquimula, Jalapa, Jutiapa e Baja Verapaz. Também estão incluídos os departamentos de Izabal (Caribe) e Quiché (noroeste). Essas regiões foram as mais afetadas por uma seca prolongada em 2009 que afetou 54 mil famílias e deixou outras 400 mil correndo risco de passar fome, segundo estatísticas governamentais. Fachini explicou que os fundos foram transferidos para o Programa Mundial de Alimentos (PMA) para que adquira os bens que beneficiarão às famílias pobres. Este é o segundo donativo que o Brasil entrega para segurança alimentar na Guatemala, já que em 2009 doou outros US$ 100 mil. O vice-chanceler guatemalteco, Miguel Ángel Ibarra, se limitou a agradecer a solidariedade do Brasil com o povo necessitado de seu país. O presidente Álvaro Colom prorrogou ontem por mais 30 dias o estado de calamidade pública no país, decretado pela primeira vez em setembro de 2009 para atender à população afetada pela seca. EFE ouro/pb

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.