Brasil está disposto a ajudar na libertação de reféns das Farc, diz Lula

BRASÍLIA - O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, afirmou nesta terça-feira, durante discurso por ocasião da visita do presidente da Colômbia, Álvaro Uribe, que o Brasil está à disposição para ajudar ¿sempre e quando solicitado¿ para a libertação de reféns em poder das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

Carollina Andrade - Último Segundo/Santafé Idéias |

No último dia 4 de fevereiro, três policiais, um soldado, um ex-governador e um ex-deputado foram libertados pela guerrilha após negociações feitas por meio da organização Colombianos pela Paz. O Brasil cedeu dois helicópteros, utilizados nos resgates, além de dezoito militares.

 O Brasil colaborou para o retorno de seis reféns no início deste mês para o convívio de seus familiares. Abriram-se esperanças para os que ainda permanecem seqüestrados. Há novas perspectivas para a paz e a reconciliação dos colombianos, afirmou Lula.

Leia mais sobre Farc

    Leia tudo sobre: farc

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG