Brasil é primeiro país a contribuir com Fundo de Reconstrução do Haiti

Washington, 11 mai (EFE).- O Brasil se tornou hoje o primeiro país a contribuir com o Fundo para a Reconstrução do Haiti (FRH) estabelecido para ajudar à nação caribenha após o terremoto do dia 12 de janeiro, informou o Banco Mundial (BM) em comunicado.

EFE |

Washington, 11 mai (EFE).- O Brasil se tornou hoje o primeiro país a contribuir com o Fundo para a Reconstrução do Haiti (FRH) estabelecido para ajudar à nação caribenha após o terremoto do dia 12 de janeiro, informou o Banco Mundial (BM) em comunicado. O secretário-geral do Ministério das Relações Exteriores, Antonio de Aguiar Patriota, participou da cerimônia realizada no BM, onde assinou a entrega dos US$ 55 milhões destinados ao Haiti. O BM é o agente fiscal do Fundo de Reconstrução para o Haiti, por isso que irá se encarregar de receber e supervisionar as contribuições que chegarem para o fundo. "Me alegra muito que o Brasil seja o primeiro país a contribuir com o Fundo para a Reconstrução do Haiti", disse o presidente do Banco Mundial, Robert Zoellick. Ele insistiu, além disso, que "é urgente" que as promessas de respaldo à reconstrução da nação caribenha "tornem-se realidade". Por sua vez, Patriota disse que "o terremoto gerou uma onda de solidariedade mundial" e ressaltou que "o desafio agora é transformar essa ajuda internacional em projetos de reconstrução efetivos e oportunos, alinhados com as prioridades estabelecidas pelos próprios haitianos". O Fundo é presidido pelo Governo do Haiti e administrado através de um Comitê Diretor que inclui também os doadores do Fundo - países e instituições - e as entidades associadas como o Banco Interamericano de Desenvolvimento, as Nações Unidas e o próprio Banco Mundial. EFE tb/pb

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG