Brasil e Peru construirão hidroelétrica bilateral em solo peruano

Foz do Iguaçú, 18 mai (EFE) - Brasil e Peru assinaram um acordo de intenções para a construção de uma hidroelétrica conjunta em solo peruano, informou hoje o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão. A central começará a ser construída muito provavelmente no ano que vem por uma empresa brasileira filiada à Eletrobrás e uma companhia peruana, afirmou Lobão durante a abertura do Fórum Global de Energias Renováveis que começou hoje em Foz do Iguaçú. A capacidade desta central será de 3.400 megawatts por hora.

EFE |

Os dois países também assinaram no sábado um entendimento para a construção de outras 14 hidroelétricas em território peruano, cuja energia será "integralmente" importada pelo Brasil, já que o "Peru não precisa dela", segundo o ministro.

O acordo foi assinado no sábado passado durante a visita oficial realizada a Lima pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que aproveitou a 5ª Cúpula América Latina-Caribe-União Européia (EU-LAC, em inglês).

Lula e seu colega peruano, Alan García, também assinaram um memorando de entendimento para construir no país andino o maior projeto petroquímico do litoral oeste da América, que terá um investimento de US$ 3 bilhões. EFE mp/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG