Brasil e EUA selam acordo de cooperação militar

O ministro da Defesa brasileiro, Nelson Jobim, e o secretário de Defesa dos Estados Unidos, Robert Gates, assinaram nesta segunda-feira um acordo militar entre os dois países para facilitar a compra de equipamentos e os contatos entre suas Forças Armadas.

EFE |

AP
Jobim e Gates assinam acordo em Washington

Jobim e Gates assinam acordo em Washington

O governo brasileiro enfatizou que o pacto não contempla o uso de nenhuma base militar no Brasil por parte das Forças Armadas americanas.

A assinatura do acordo entre Brasil e EUA ocorreu no Pentágono, onde Jobim teve uma reunião privada com Gates.

O ministro acompanha o presidente Luiz Inácio Lula da Silva na cúpula de segurança nuclear que terá início nesta segunda-feira com um jantar no Centro de Convenções de Washington.

O pacto assinado nesta segunda-feira cria um marco de cooperação para organizar visitas mútuas de delegações militares dos EUA e Brasil e prevê a colaboração em assuntos técnicos, além de encontros entre instituições de defesa, intercâmbios de estudantes e instrutores e treinamentos militares conjuntos.

O documento também facilita a compra de armamento e a colaboração em projetos de tecnologia militar, de acordo com o governo brasileiro.

De acordo com autoridades brasileiras, o acordo contém uma cláusula que assegura o respeito aos princípios de integridade, inviolabilidade territorial e não-intervenção nos assuntos internos, consagrados no pacto da União de Nações Sul-Americanas (Unasul) assinado em novembro passado.

Leia mais sobre EUA - Brasil

    Leia tudo sobre: brasileua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG