Brasil e Egito buscam cooperação comercial

Cairo, 14 abr (EFE).- O ministro de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Miguel Jorge, e seu colega egípcio, Rachid Mohamed Rachid, analisaram hoje os meios para fomentar a cooperação entre os dois países e outros temas ligados ao comércio mundial.

EFE |

A reunião aconteceu durante a visita de Miguel Jorge de dois dias ao Cairo para inaugurar um fórum de negócios entre Brasil e Egito.

De acordo com um comunicado do Ministério de Comércio do Egito, Rachid assegurou durante a reunião que a América Latina "é um dos mercados prioritários para o Egito" porque possui setores comerciais e industriais com potencial lucrativo para empresas de ambos os lados.

"O Brasil é um dos mercados principais para o Egito em termos de cooperação comercial e industrial", acrescentou o ministro egípcio.

Segundo a nota oficial, os dois ministros analisaram os vínculos comerciais entre as duas nações e como estão se recuperando da crise financeira mundial, bem como a forma de aumentar a cooperação bilateral entre os dois países.

Além disso, eles também conversaram sobre as negociações em curso para alcançar um novo acordo comercial entre Egito e Mercosul, bloco formado por Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai.

As trocas comerciais entre Brasil e Egito chegaram a US$ 1,532 bilhão no ano passado, com superávit para o Brasil, que exportou ao Egito produtos e serviços no valor de US$ 1,444 bilhão. EFE ag/sa

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG