Brasil e Colômbia avaliam temas da cúpula da Unasul na Argentina

Bogotá, 25 ago (EFE).- O ministro da Defesa, Nelson Jobim, realizou hoje uma visita surpresa a Bogotá para falar com o titular da Defesa colombiano, Gabriel Silva, sobre o acordo militar entre Colômbia e EUA e analisar os acordos de cooperação bilateral, informaram à Agência Efe fontes oficiais.

EFE |

Jobim se reuniu por cerca de uma hora com o ministro colombiano e membros da cúpula militar da Colômbia, para analisar o acordo militar entre Bogotá e Washington, por meio do qual soldados e assessores dos EUA poderão usar bases colombianas para operações contra o narcotráfico e o terrorismo.

A reunião privada entre Jobim e Silva aconteceu na sede do Ministério da Defesa da Colômbia, "a fim de analisar a cooperação bilateral e melhorar os laços de cooperação militar e policial", acrescentou a fonte.

Entre os temas, também estava a reunião extraordinária que acontecerá na próxima sexta-feira da União de Nações Sul-americanas (Unasul) na cidade argentina de Bariloche, na qual será estudado o polêmico acordo entre Estados Unidos e Colômbia.

A vice-chanceler colombiana, Clemencia Forero, afirmou que hoje foi realizada uma reunião de alto nível com funcionários brasileiros para examinar os temas da cúpula da sexta-feira.

Além disso, disse que foi exposto ao Governo do Brasil a necessidade de que, nessa reunião, sejam analisados temas como o tráfico de armas, a corrida armamentista na região e as atividades das guerrilhas colombianas.

Busca-se abrir os "espaços para que estes temas sejam tratados", disse, acrescentando que cada vez há mais compreensão na América Latina sobre o acordo militar entre Bogotá e Washington. EFE fer/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG