Brasil e Argentina tentam construir estratégia comum de defesa regional

Especialistas em defesa nacional e tecnologia de defesa brasileiros e argentinos trabalharão juntos, com o objetivo de chegar a um consenso sobre a política de defesa regional, informou neste sábado o governo da Argentina.

AFP |

Esta foi a decisão tomada pela ministra argentina da Defesa, Nilda Garré, e pelo ministro brasileiro de Assuntos Estratégicos, Roberto Mangabeira Unger, que se reuniram em Buenos Aires na noite de sexta-feira.

"Os dois ministros resolveram que especialistas dos respectivos países devem trabalhar em conjunto para a construção de um pensamento estratégico comum, na perspectiva do desenvolvimento de uma política de defesa regional", afirma o comunicado do ministério da Defesa argentino.

No campo da tecnologia, esses especialistas abordarão questões relativas a temas cibernéticos, espaciais e do desenvolvimento nuclear com fins pacíficos.

As reuniões acontecerão em outubro, antes da instalação do Conselho de Defesa da União Sul-Americana de Nações (Unasur) em Viña del Mar, no Chile.

O encontro entre Mangabeira Unger e Garré "permitiu o avanço em uma linha de cooperação em matéria de defesa entre Argentina y Brasil".

ls/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG