Brasil doará US$ 10 mi e 14 toneladas de alimentos ao Haiti

Rio de Janeiro, 13 jan (EFE).- O Governo brasileiro informou hoje sobre uma doação de US$ 10 milhões e uma ajuda de 14 toneladas de alimentos para as vítimas do terremoto de 7 graus na escala Richter que atingiu na terça-feira o Haiti.

EFE |

O anúncio foi feito pelo ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, após uma reunião que teve na manhã de hoje com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e com o ministro da Defesa, Nelson Jobim, para avaliar as necessidades mais urgentes do Haiti neste momento.

Parte da ajuda partirá ainda hoje no avião no qual o ministro da Defesa viajará a Porto Príncipe ou à pista aérea mais próxima, junto com o comandante do Exército, general Enzo Martins Peri, para coordenar a ajuda dos soldados brasileiros que fazem parte da força de paz da ONU no Haiti.

A Força Aérea colocou à disposição oito aviões para o transporte prioritário de alimentos, água e remédios, mas, até agora, foram confirmados apenas dois voos que sairão hoje e amanhã, entre eles o que transportará o ministro.

O Brasil lidera a força da ONU no Haiti, que conta com cerca de 6,7 mil militares procedentes de 17 países, entre eles 1,266 mil brasileiros.

Segundo a Chancelaria, pelo menos 1,31 mil brasileiros estão no Haiti, já que, além dos militares, há vários especialistas de organismos governamentais e militantes de ONGs que trabalham em projetos de ajuda a esse país.

As autoridades brasileiras confirmaram, até agora, a morte de cinco brasileiros no Haiti, incluindo quatro militares, assim como outros cinco feridos.

A quinta vítima é Zilda Arns Neumman, fundadora e coordenadora da Pastoral da Criança, projeto social do Episcopado brasileiro com atuação em vários países latino-americanos.

A Chancelaria brasileira anunciou que reforçará o pessoal em sua embaixada na República Dominicana para poder coordenar deste local a ajuda ao Haiti, devido à falta de estrutura em Porto Príncipe. EFE cm/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG