Brasil doa US$ 300 mil à Comissão Interamericana de Direitos Humanos

Washington, 16 dez (EFE) - O Brasil doou hoje US$ 300 mil à Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH), dinheiro que servirá para fortalecer o sistema interamericano, informou hoje o organismo em comunicado.

EFE |

Em cerimônia realizada na sede da CIDH, o ministro conselheiro Lineu Pupo de Paula afirmou que o Brasil considera que o desenvolvimento e o aperfeiçoamento do sistema interamericano de proteção e promoção dos direitos humanos "constituem um dos aspectos mais importantes da agenda" regional.

Ele afirmou ainda que a CIDH e a Corte Interamericana de Direitos Humanos fazem um trabalho "imprescindível para o fortalecimento das democracias" em todo o continente americano.

O secretário-executivo da Comissão, Santiago Canton, agradeceu ao Governo brasileiro pela doação, a qual, disse, "é uma mostra do compromisso sério do país com o sistema interamericano de direitos humanos".

A CIDH possui somente 4% do orçamento geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), o que supôs, em 2007, um valor de US$ 3,8 milhões.

Por isso, depende de doações e contribuições financeiras que recebe de países-membros, que no ano passado totalizaram US$ 3,8 milhões. EFE cae/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG