Brasil bate recorde de número de internautas em julho

Rio de Janeiro, 27 ago (EFE) - Um número recorde de 23,7 milhões de brasileiros tiveram acesso à internet em seus lares em julho, e ficaram conectados em média 24 horas e 54 minutos por internauta durante o mês, tempo também recorde, segundo dados divulgados hoje pela empresa Ibope/NetRatings.

EFE |

Trata-se do maior número de internautas ativos e do maior tempo de uso da rede em um mês desde que os índices começaram a ser elaborados, em setembro de 2000, de acordo com o estudo.

O Ibope atribuiu os dois recordes às férias escolares de julho, o que aumentou o número de pessoas usando a internet em casa e o tempo disponibilizado pelos estudantes para navegar na rede.

Por causa das férias escolares, do total de internautas ativos em julho, 2,5 milhões tinham menos de 11 anos.

"Tradicionalmente, o mês de julho, por ser de férias escolares e por ser a internet uma importante atividade para parte dos jovens estudantes, mostra crescimento no tempo de consumo", segundo Alexandre Sanches Magalhães, gerente de análise da Ibope/NetRatings.

De acordo com a pesquisa, o Brasil tinha em julho 35,4 milhões de pessoas com acesso à internet em casa - enquanto em 2007 havia 27,5 milhões -, um número também sem precedentes.

O estudo considera internautas os que usaram pelo menos uma vez a rede mundial de computadores durante o mês.

O número de brasileiros que usou a internet em julho (23,7 milhões) aumentou 3,5% frente a junho e 28% em comparação com o mesmo mês do ano passado (18,5 milhões).

Já o tempo de navegação saltou de 23 horas e 29 minutos na média em julho de 2007 para 24 horas e 54 minutos no último mês.

Segundo o Ibope, o Brasil continua sendo o país cujos internautas permanecem conectados à rede por mais tempo entre um grupo de dez que utiliza os mesmos critérios para medir este índice.

Atrás dos brasileiros ficam os alemães, com 21 horas e seis minutos de navegação mensal, os americanos (20 horas e 50 minutos), os franceses (20 horas e 17 minutos) e os japoneses (19 horas e 21 minutos). EFE cm/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG