Brasil assume Presidência do Conselho Permanente da OEA

Washington, 8 jan (EFE).- O Brasil assumiu hoje pelos próximos três meses a Presidência do Conselho Permanente da Organização dos Estados Americanos (OEA), o segundo posto político mais alto do organismo interamericano, cargo no qual substitui a Bolívia.

EFE |

O representante permanente do Brasil perante a OEA, Osmar Chohfi, recebeu do antecessor, o boliviano Reynaldo Cuadros, o martelo que representa a autoridade do Conselho Permanente do organismo, informou a organização em comunicado.

Durante a cerimônia, realizada na sede da OEA, Cuadros ressaltou a trajetória e o reconhecimento do embaixador brasileiro, e afirmou que a Presidência temporária do Conselho permitiu "ter um olhar" de como é possível "construir, em forma pacífica e solidária, um futuro para nossos países e para nossa região".

Por sua parte, Chohfi explicou que a OEA deve se concentrar em demonstrar que é capaz de responder aos desafios que surgem de uma realidade em transformação e das aspirações da região.

O embaixador brasileiro ressaltou, além disso, que "o patrimônio jurídico da OEA é insubstituível e foi fonte de referência e auxílio para deliberações e decisões em outros fóruns".

Em termos práticos, disse, "serviu para o fortalecimento das instituições democráticas, do respeito à soberania, à autodeterminação e da não-intervenção, assim como para a promoção de múltiplas e variadas iniciativas de cooperação".

O novo presidente do Conselho Permanente fez especial ênfase ao papel que a OEA desempenhou nas missões de observação eleitoral e na promoção e proteção dos direitos humanos, os quais qualificou como "campos de ação essenciais para o fortalecimento das sociedades democráticas".

Durante os próximos três meses, Chohfi liderará o trabalho do Conselho Permanente, tempo durante o qual fará os preparativos para a 5ª Cúpula das Américas, que acontecerá em abril em Trinidad e Tobago; assim como da 39ª Assembléia Geral da OEA, que será realizada no final de maio em Honduras.

A Vice-Presidência do Conselho Permanente será exercida pelo embaixador hondurenho, Carlos Sosa. EFE cae/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG