Brasil apóia Lugo após denúncia de complô golpista no Paraguai

ASSUNÇÃO - O governo brasileiro recebeu com preocupação as denúncias de um suposto complô golpista contra o presidente do Paraguai, Fernando Lugo, a quem reafirmou seu apoio, segundo um comunicado divulgado nesta terça-feira pela Embaixada do Brasil em Assunção.

EFE |

O texto destaca que o "governo brasileiro tomou conhecimento com preocupação das graves denúncias feitas pelo presidente da República do Paraguai, Fernando Lugo, ontem, 1º de setembro".

A nota acrescenta que o governo federal "confia que a institucionalidade democrática será plenamente mantida no país e reafirma seu apoio ao presidente Lugo, legitimamente eleito pelo povo paraguaio".

Lugo denunciou ontem a existência de um plano contra seu governo supostamente orquestrado pelo ex-presidente paraguaio Nicanor Duarte e pelo militar reformado Lino Oviedo, a partir do testemunho do general Máximo Díaz Cáceres.

Tanto Duarte quanto Oviedo, assim como o procurador-geral do Paraguai, Rubén Candia, e o vice-presidente do Tribunal Eleitoral, Juan Manuel Morales, negaram o encontro com Díaz Cáceres denunciado por Lugo.

Leia mais sobre Paraguai

    Leia tudo sobre: paraguai

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG