Brasil apoia Japão em desafio nuclear norte-coreano

Tóquio, 28 mai (EFE).- O presidente Luiz Inácio Lula da Silva comunicou ao primeiro-ministro japonês, Taro Aso, que apoia uma nova resolução da ONU pelo segundo teste nuclear da Coreia do Norte, nesta segunda-feira, informou hoje o Governo japonês.

EFE |

Um porta-voz do Ministério de Exteriores japonês confirmou hoje à Agência Efe que Lula conversou ontem à noite por telefone com Aso, que expressou também seu desejo de colaborar com o Brasil em tudo que for referente ao programa nuclear de Pyongyang.

Os dois governantes coincidiram em expressar sua preocupação com este novo teste nuclear e o consideraram um desafio à comunidade internacional.

Aso agradeceu a rápida reação do Governo Lula na segunda-feira passada, quando o Governo condenou em comunicado o segundo teste nuclear anunciado pelo regime comunista, depois do realizado em 2006, que gerou sanções internacionais.

Além disso, Aso e Lula discutiram a cooperação tecnológica entre os dois países para o desenvolvimento da televisão digital, e comemoraram que o Peru tenha decidido adotar o padrão japonês-brasileiro nesse campo a partir de 2011, segundo o porta-voz japonês.

Os dois líderes confirmaram também que seus países vão colaborar para a construção de um sistema de trem de alta velocidade entre de São Paulo e Rio de Janeiro, projeto que já despertou o interesse de várias empresas japonesas.

Lula também agradeceu a Aso pelo apoio do Governo japonês aos brasileiros que vivem no Japão e foram castigados pela crise financeira global.

Segundo o porta-voz, entre as medidas de apoio estão ajudas financeiras à educação, a promoção do emprego e os subsídios ao aluguel de casas para os brasileiros no Japão, a terceira maior comunidade estrangeira do país. EFE icr/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG