Braço armado do Fatah diz ter matado soldados israelenses em ataque suicida

Gaza, 13 jan (EFE).- As Brigadas dos Mártires de Al-Aqsa, braço armado do Fatah, afirmaram hoje que um de seus terroristas suicidas matou vários soldados israelenses na Faixa de Gaza, informação negada pelo Exército de Israel.

EFE |

Um comunicado urgente enviado pelo grupo aos jornalistas em Gaza informa que o ataque teria ocorrido em uma casa na qual estavam 18 militares israelenses, em Al-Atatra, no campo de refugiados de Beit Lahia, no norte da Faixa.

As Brigadas dos Mártires de Al-Aqsa identificaram o suicida como Abd Ar-Rahman Bawady, de 22 anos.

Procurada pela Agência Efe, uma porta-voz militar israelense negou "categoricamente" a veracidade das informações. EFE sar/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG