Bonecos de McCain ganham desconto e os de Obama somem das prateleiras

Washington, 4 nov (EFE) - As pesquisas não prevêem um final feliz hoje para o candidato republicano à Casa Branca, John McCain, mas essa não é a única notícia ruim recebida pelo senador pelo Arizona, já que os bonecos de recordação de sua candidatura estão com desconto nas prateleiras das lojas.

EFE |

Como em cada eleição, os bonecos de mola com os rostos dos candidatos lotaram as estantes não só das lojas de lembranças eleitorais, mas de muitas livrarias que viram nesse segmento um bom negócio.

Assim, há algumas semanas os rostos de Barack Obama e John McCain dividiam espaço nas prateleiras da "Borders", uma popular rede de livrarias bastante encontrada nos Estados Unidos.

Hoje, os bonecos de Obama tinham desaparecido das estantes, enquanto os de McCain tinham um desconto de 20% e ainda podiam ser encontrados em grande quantidade.

Os Estados Unidos são um país que gasta milhões de dólares em objetos de propaganda eleitoral a cada quatro anos.

As recordações deste ano foram desde as tradicionais camisetas com o logotipo dos candidatos até um quebra-nozes com o corpo de Hillary Clinton que também está com desconto nas lojas. EFE mla/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG