Boneco de vodu de Sarkozy atenta contra dignidade, mas venda é autorizada

Paris, 28 nov (EFE).- O Tribunal de Apelação de Paris estimou hoje que o boneco e o manual de vodu contra o chefe de Estado francês, Nicolas Sarkozy, atenta contra a dignidade do presidente, mas permitiu sua venda, sob algumas condições.

EFE |

O tribunal considera que a incitação ao leitor por parte do manual que acompanha o boneco de furar a figura do presidente com agulhas contribui com a idéia de causar dano físico a Sarkozy de maneira simbólica, o que atenta contra "a dignidade da pessoa" do chefe de Estado francês.

A empresa responsável pelo produto, a Tear Prod, poderá continuar vendendo o boneco e o manual, mas deverá explicitar no pacote o sentido da sentença.

Em primeira instância, a Justiça opinou que o polêmico boneco e o manual não atentavam contra a dignidade humana nem constituíam um ataque pessoal contra o presidente francês, e estavam "dentro dos limites autorizados da liberdade de expressão e do direito ao humor".

O kit de vodu contra Sarkozy é vendido desde outubro por 12,95 euros.

A empresa comercializa também o mesmo - vermelho, em vez de azul - com o rosto da ex-candidata presidencial socialista Ségolène Royal. EFE jaf/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG