Bombeiros procuram 18 desaparecidos após incêndio em Nairóbi

Nairóbi, 28 jan (EFE).- Pelo menos 18 pessoas estão desaparecidas, após incêndio em dos principais supermercados de Nairóbi, capital do Quênia,onde havia cerca de 2 mil pessoas quando ele pegou fogo, segundo a imprensa local.

EFE |

O incêndio começou às 15h (10h de Brasília) de ontem em um supermercado da rede Nakumatt, que tem lojas no Quênia e em Uganda, mas até agora cerca de 100 bombeiros ainda tentam apagá-lo, enquanto prédios contíguos seguem interditados para evitar riscos.

A principal suspeita é de que ele tenha sido causado por um curto-circuito na rede elétrica.

Um empregado dos Nakumatt, que não se identificou, disse às rádios locais, no hospital em que está internado com queimaduras que os desaparecidos podem estar mortos entre os restos do edifício e ser mais, pois ele vira cerca de 20 colegas ficarem para trás, enquanto escapava das chamas.

Lucy Kimani, cliente do supermercado, denunciou à agência Efe que, quando começou o incêndio, "os seguranças tentaram impedir que saíssemos, por temerem que fôssemos embora sem pagar". EFE pa/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG