Bombeiros lutam para combater focos de incêndio na Califórnia

Washington, 28 jun (EFE).- Mais de 15 mil bombeiros foram enviados ao norte da Califórnia para apagar cerca de mil focos de incêndio surgidos na última semana, razão pela qual as autoridades decretaram estado de emergência no estado.

EFE |

Segundo o diretor do Departamento Florestal da Califórnia, Rubén Grijalva, mais de 15 mil bombeiros, mil veículos e 80 helicópteros participam dos trabalhos de cotenção das chamas.

Em um discurso por rádio em nome do governador Arnold Schwarzenegger, Grijalva lembrou que "o verão acaba de começar" e que "as circunstâncias que possibilitam os incêndios se agravarão".

A previsão do tempo aponta para possíveis tempestades nos próximos dias, o que pode ajudar no controle dos incêndios. Porém, também estão previstos raios e ventos fortes, que podem fazer o fogo se propogar ainda mais.

Por essa razão, as autoridades estaduais declararam alerta vermelho - o nível mais alto - para riscos de incêndios até às 5h (hora local) de segunda-feira.

Além disso, o presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, declarou o estado zona de emergência federal, o que permite que agências federais participem dos trabalhos de assistência.

Os incêndios provocaram o fechamento da estrada panorâmica da Califórnia, que margeia a costa e é uma grande atração turística, nas cercanias do Parque Nacional de Los Padres, onde quase 24 mil hectares de vegetação já foram queimados.

A fumaça gerada pelos incêndios também causou o cancelamento de inúmeras atividades públicas e eventos esportivos. EFE mv/bm/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG