Bombeiros combatem incêndio na Califórnia em operações por terra e ar

LOS ANGELES - Os bombeiros iniciaram nesta quarta-feira uma grande operação por ar e terra para estender a linha de contenção de um incêndio ao norte de Los Angeles, que já destruiu mais de 56 mil hectares.

Redação com agências internacionais |

"Há muito trabalho por fazer", disse o comandante do Serviço Florestal dos Estados Unidos, Mike Dietrich, ao canal "KNBC TV4" da televisão local. "Ontem, as equipes de bombeiros contiveram 22% do fogo , que ficou ativo por uma semana e alcançaram alguns avanços", acrescentou.


Bombeiros combatem as chamas na Califórnia/Reuters

O incêndio destruiu pelo menos 62 casas e outras 27 estruturas e, na manhã de hoje, continuava ameaçando aproximadamente 12 mil residências e 500 prédios comerciais.

O Monte Wilson, onde estão localizadas várias torres de comunicação de estações de rádio e de televisão e de agências do governo americano, segue ameaçado pelas chamas.

Os bombeiros não esperam conter plenamente o incêndio por outras duas semanas. O fogo começou na quarta-feira da semana passada, próximo a uma estação da guarda florestal no distrito de La Canada Flintridge.

Embora as ordens de evacuação tenham sido suspensas ontem em partes da cidade de La Crescenta, La Canada Flintridge e Altadena, o Escritório de Serviços de Emergência do condado de Los Angeles manteve as instruções para os moradores de aproximadamente mil casas.

Dois bombeiros morreram nas operações de combate ao fogo e pelo menos três pessoas sofreram ferimentos graves, incluindo um casal que tentou se proteger das chamas dentro de uma banheira, em Tujunga Canyon.

As autoridades calculam que os incêndios já causaram danos que chegam a, pelo menos, US$ 13,6 bilhões.

avião da Air France desaparece
Veja no infográfico dos incêndios na Califórnia

* Com EFE

Leia mais sobre: incêndios na Califórnia

    Leia tudo sobre: califórniaincêndio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG